De pai para filho

Campeões de progênie

  • Aline Perucci
  • 09/08/2018
  • 16h37

 

Próximo ao dia dos pais, uma homenagem aos marchadores que foram representados na pista da 37ª Exposição Nacional nos Campeonatos de Progênie de Pai da raça.

Para ser um campeão da categoria, o marchador precisa apresentar filhos que herdaram suas principais qualidades. Elas são avaliadas na morfologia e na marcha dos animais. Desta forma é comprovada a capacidade do progenitor em passar suas principais características à prole.

No julgamento de progênie de pai, o conjunto é formado por três filhos. E eles precisam se destacar dos demais.

De pai para filho, Elfo do Porto Azul foi o marchador campeão de Progênie de Pai Marcha Picada nesta Nacional. Na marcha batida, Galante do Expoente foi o vencedor.

Entre os pais jovens, Gavião das Caraíbas foi o campeão de Progênie de Pai Jovem Marcha Picada e o marchador, Vetel do Yuri, o melhor Progênie de Pai Jovem Marcha Batida.

Parabéns aos reprodutores que repassam para os filhos a marca da vitória.